Como Fotografar Ambientes

Decoradores, arquitetos, hoteleiros e corretores de imóveis estão entre os profissionais que mais prezam pela qualidade de fotos de ambientes, afinal as fotos podem fazer muita diferença na publicidade.

Preparativos do ambiente

Antes de qualquer coisa, precisaremos arrumar o ambiente para foto. Objetos fora do lugar, quadros tortos, tecidos amassados, etiquetas à mostra, chão sujo podem ser corrigidos antes das fotos para evitar edição desnecessária.

O ambiente pode ser produzido e enriquecido de acordo com o objetivo da fotografia que deve ser bem compreendido pelo fotógrafo. As produções incluem todo tipo de decoração como quadros, fruteiras, mesas postas, briquedos, tecidos, etc... Na foto abaixo o quarto de hotel foi produzido para núpcias.




Os detalhes deste banheiro são importantes para mostrar o capricho da decoração e limpeza


Acender as luzes pode ser interessante em algumas situações como por exemplo se a intenção for mostrar um ambiente aconchegante com temperaturas de cor mais baixas destacando por exemplo faxos de luz amarelada dos abajures. Observe nas fotos abaixo como a riqueza de iluminação captada é fundamental. O uso do flash nestes casos é inadeguado.





Em contrapartida, na foto abaixo de um ateliê foi utilizado o flash porque o ambiente não necessitava ser fotografado com diferentes nuances de luz . O flash permitiu obter mais brilho e riqueza de cores.


Regulagem da Camera

Para fotografar ambientes internos (quartos, salas, banheiros) normalmente uliliza-se lentes grande angulares (menores que 50 mm) que possibilitam o enquadramento de todo ambiente a curtas distâncias exceto é claro quando os ambientes são grandes. Na maioria dos casos, o posicionamento mais adequado da camera será nos cantos do ambiente para transmitir a sensação de perspectiva e conseguir um enquadramento de grande parte do ambiente. As fotos devem preferencialmente ser tiradas sem flash para que a luz não fique chapada e evitarmos a sombra dura.
As dificuldades mais comuns que o fotógrafo irá se deparar são as seguintes:

Janelas muito mais claras em comparação com o resto do ambiente. A melhor opção é tirar duas ou mais fotos. Uma com o fotometro regulado para a luz da janela deixando o resto do ambiente subexposto, outra com o fotometro regulado para a luz do ambiente interno, deixando a janela superexposta. Depois a foto será uma composição dessas fotos utilizando as técnicas de HDR (Hight Dynamic Range) do Photoshop.



Fotos com vinheta: A vinheta é uma distorção indesejada da lente que se caracteriza pelas bordas da foto aparecem mais escuras que a região central. Este efeito pode aparecer especialmente quando se utiliza grande angular. Quanto maior a angular da foto (mm pequenos) maiores as chances de vinheta nas fotos. Para reduzirmos este efeito devemos regular a máquina com aberturas pequenas.


Tempo de exposição longo. Como não estaremos utilizando o flash e a ASA deve ser baixa (100) para evitar ruídos na imagem, os tempos de exposição serão alto, muitas vezes alguns segundos, o que torna impressindível a utilização de tripés. O uso do temporizador é recomendável para evitar tremores causados pelo aperto do botão de disparo.

Um comentário:

Patricia disse...

Sou arquiteta e adorei as dicas de foto. Porém, tenho muitas fotos de trabalhos já realizados que não são muito boas. Tenho como "tratar" essas fotos em programas como photoshop? Poderia me dar algumas dicas?